Marden denuncia fraude em pesquisa eleitoral em Piripiri

Deputado estadual denunciou fraude em uma pesquisa de intenção de votos para prefeito e vereador no município de Piripiri


16/08/2012 - 7:56 - Da Redação
Marden denuncia fraude em pesquisa eleitoral  em Piripiri
Deputado subiu à tribuna para apresentar denúncia na Assembeia Legislativa

O deputado estadual Marden Menezes subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Piauí durante para denunciar fraude em uma pesquisa de intenção de votos para prefeito e vereador no município de Piripiri. A denúncia mostra que o Instituto Credibilidade registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a realização de pesquisa apontando como contratante o Portal Piripiri 40 Graus. No entanto, o proprietário do veículo de comunicação, jornalista Paiva Filho, se disse surpreso por figurar como contratante da consulta e assinou declaração afirmando que não contratou nenhuma pesquisa de intenções de votos junto ao Instituto Credibilidade.

“Isso é um crime grave. Isso é falsidade ideológica. O instituto, para conseguir credibilidade, informou como contratante da pesquisa o Portal Piripiri 40 Graus. O jornalista responsável pelo Portal assinou declaração afirmando que não contratou nenhuma pesquisa. Estão usando o nome de um veículo de comunicação sério para justificar os dados de uma pesquisa possivelmente fraudulenta”, disse Marden.

O deputado revelou que a assessoria jurídica da coligação encabeçada pelo prefeito Luiz Menezes, candidato a reeleição, reuniu documentos que comprovam a fraude e vai ingressar com ação pedindo a impugnação da pesquisa e a investigação do Instituto Credibilidade. “A assessoria jurídica da coligação, de posse de documentos, vai ingressar no TRE com pedido de impugnação da pesquisa. Está provado que o contratante apontado no registro não contratou pesquisa alguma. Nós vamos pedir ainda que o MPF fiscalize o Instituto Credibilidade. Precisamos saber onde é a sede, a quem pertence, a serviço de quem está esse instituto”, afirmou Marden acrescentando que é importante que a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral se manifestem diante da denúncia apresentada contra o Instituto Credibilidade.

Marden apontou ainda que alguns órgãos estão a serviço do poder econômico e de interesses partidários durante a eleição e que é preciso o eleitor estar atento aos prováveis desvios apresentados nos levantamentos divulgados sobretudo na região de Piripiri. “O objetivo disso é tentar distorcer a opinião pública. Estamos diante de um fato gravíssimo. Abram o olho com relação às fraudes. Eu quero crer que o TRE vai tomar as providências no sentido de impugnar essa pesquisa e punir seus responsáveis, mas gostaria de ver fraudes como essa sejam acompanhadas pela população em geral”, pediu o deputado do PSDB.

O parlamentar apontou interferência nos veículos de comunicação do município de Piripiri a fim de difundir informações que privilegiem o candidato de oposição ao atual prefeito Luiz Menezes. “Já fui informado que esse instituto tem ligações com partidos políticos. Isso é importante para que o TRE, e quem sabe até a Polícia Federal possa investigar. Em Piripiri, o que se comenta é que alguns portais que recebem dinheiro público em nível de Estado estariam sendo pressionados pelo representante da outra coligação para que pudessem participar disso. Para que pudessem dar vazão a possíveis fraudes eleitorais”, revelou Marden.

A pesquisa foi registrada na última terça-feira, dia 14 de agosto, e tem previsão para ser realizada entre os dias 18 e 19 com 315 eleitores de Piripiri.

  • Matérias Relacionadas:

Deixe seu comentário