Polícia sustenta que nenhuma ação justifica agressões de Rita Lee

Secretaria de Segurança diz que nenhuma ação por parte de policiais justificava as declarações da cantora Rita Lee


30/01/2012 - 9:08 - Da Redação
Polícia sustenta que nenhuma ação justifica agressões de Rita Lee
Rita Lee chama policiais de "cachorros" e "filhos da puta" durante show em Sergipe

A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe emitiu nota afrimando que não houve por parte dos policiais militares que realizavam a segurança do Verão Sergipe 2012, nenhuma ação que justificasse as declarações da cantora Rita Lee. O delegado Leogenes Correa, da Delegacia Plantonista de Aracaju, afirmou que, em seu depoimento, a cantora alegou ter agido por emoção em seu show de despedida.

Rita Lee foi detida após ter xingado os policiais que faziam a segurança no local de “cachorros” e “filhos da puta”, segundo testemunhas. Ainda de acordo com a nota, a Polícia Militar agiu com sensatez ao aguardar o término do show para então conduzir a cantora até a Delegacia Plantonista, em Aracaju.

Leogenes Correa afirmou ainda que a cantora citou como suas testemunhas a ex-senadora e vereadora de Maceió, Heloísa Helena (PSOL-AL), e a deputada estadual do Rio de Janeiro Janira Rocha (PSOL-RJ), que estavam presentes no show em Sergipe.

  • Matérias Relacionadas:

Deixe seu comentário