Novo currículo vai combater as drogas no Piauí

A atuação da Dare nas escolas vai muito além de palestras sobre os riscos das drogas


28/12/2011 - 11:20 - Da Redação

A atuação do Drug Abuse Resistance Education (Dare) nas escolas vai muito além de palestras sobre os riscos das drogas. Ele influi na construção dos próprios currículos escolares, onde o cuidado com o formato das aulas tem especial relevância. Essa influência está criando novos conteúdos nas disciplinas e transformando o jeito de dar aula, onde mesmo as séries iniciais adotam métodos mais modernos, com usos de apresentações do tipo Power Point e de vídeos.

O recurso multimídia tem a capacidade de prender mais a atenção dos alunos, aumentando a apreensão do conhecimento. Nesse aspecto, o governador Wilson Martins se mostrou muito otimista, já que o Piauí tem avançado bem mais que outros estados no uso de novas tecnologias da informação e na criação de escolas públicas de tempo integral.

Para satisfação do diretor do Dare, o governador do Piauí observou que o Estado já contra com 181 escolas de tempo integral e que neste próximo ano passará das 300. Também destacou a implantação do programa Piauí Estado Digital, que vai facilitar ainda mais o uso desses recursos mais modernos nas escolas públicas, criando novas condições de apredizagem.

No caso da escola de tempo integral, Wilson disse que se trata de um importante instrumento também contra as drogas. Além de fortalecer o aluno enquanto cidadão, a escola de tempo integral cria novas condições de sociabilidade – com atividades extracurriculares, como esporte e cultura – e também dá maior ocupaçao ao aluno.

“Estamos fazendo uma revolução na educação, que também é uma revolução na saúde e na vida social de milhares de piauienses”, ressaltou Wilson Martins. “Nessa visita, estamos vendo o que temos de bom e onde podemos avançar ainda mais. Creio que é uma visita de grande proveito”, ressaltou o governador.

  • Matérias Relacionadas:

Deixe seu comentário